Impostômetro

sexta-feira, 30 de setembro de 2011

Google Analytics terá informações em tempo real


São Paulo - O Google Analytics, ferramenta do Google que permite monitorar estatísticas de tráfego e audiência de sites, divulgou um pacote de mudanças nesta quinta-feira.  Ele vai deixar de ser uma ferramenta que monitora o passado para apontar para o presente em real time.

Pela primeira vez, a ferramenta passará a permitir o acompanhamento dos acessos à página da web em tempo real. A função é chamada de Google Analytics Real-Time e será oferecida gratuitamente a todos os usuários nas próximas semanas.  Só ficam de fora do regime gratuito os sites com mais de 10 milhões de visitas por mês.  

Trata-se de algo que vários web analytics já fazem - e a Chartbeat faz espetacularmente bem com o Newsbeat, inclusive incluindo as redes sociais em sua mensuração.

O Google também lançou hoje uma versão premium do Analytics, voltada para usuários corporativos. A assinatura custará US$ 150 mil dólares ao ano, segundo informações do site AdAge Digital.

A versão premium promete maior poder de processamento para sites com grande número de acessos, análise avançada dos dados, suporte 24 horas por dia e contratos de garantia da coleta, processamento e relatório de dados.

Tempo real

No território dos usuários pequenos e médios, os novos recursos real-time são uma boa novidade. Apesar de largamente usado, o Google Analytics tem um delay médio de uma hora antes da atualização de informações, e de 24 horas antes da geração de um relatório completo.

Com a possibilidade de monitorar os visitantes que chegam ao site em tempo-real, será mais fácil mensurar de maneira bastante eficiente o impacto de ações específicas, como disseminação de conteúdo em redes-sociais, sobretudo Twitter.

Fonte: Exame.com

quarta-feira, 28 de setembro de 2011

Bancários fecharam mais de 4 mil agências no primeiro dia de greve


Brasília – O primeiro dia da greve nacional dos bancários resultou no fechamento de 4.191 agências e centros administrativos em 25 estados e no Distrito Federal. A informação é da Confederação Nacional dos Trabalhadores do Ramo Financeiro (Contraf). Apenas em Roraima, os bancários ainda aderiram à paralisação.

De acordo com a Contraf, a greve começou mais forte que a do ano passado. No primeiro dia de paralisação em 2010, informou a entidade, 3.864 unidades foram fechadas.

Os bancários entraram em greve por tempo indeterminado. A categoria reivindica reajuste de 12,8% nos salários, o que representa 5% de aumento acima da inflação. Os bancários também pedem aumento nas contratações, fim da rotatividade, melhoria do atendimento aos clientes e fim de metas abusivas impostas pelos bancos. A Federação Nacional dos Bancos (Fenaban), braço da Federação Brasileira dos Bancos (Febraban) dedicado a negociações sindicais, ofereceu 0,56% de reajuste superior à inflação.

No fim da tarde, a Caixa Econômica Federal emitiu comunicado orientando os correntistas a procurar os postos alternativos de atendimento para pagar de contas e sacar dinheiro. Entre as opções disponíveis, estão caixas eletrônicos, casas lotéricas e correspondentes bancários, como supermercados.

Em comunicado, a Fenaban considerou a greve injustificada. Segundo a entidade, a paralisação foi decidida de maneira precipitada, com as negociações em andamento, sem que houvesse uma situação de impasse. A federação alega ter apresentado, na semana passada, duas propostas de reajuste de salários, pisos salariais e benefícios e que previam o pagamento de participação nos lucros e resultados.

Fonte: Agência Brasil

Carros importados do Uruguai não terão aumento do IPI


Getty Images
Brasília – O governo brasileiro vai liberar os carros uruguaios de pagar o aumento de 30 pontos percentuais do Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI). Com isso, o país vai receber o mesmo benefício que o México e a Argentina, que também têm acordos automotivos com o Brasil.

A mudança flexibiliza o anúncio feito no último dia 15, quando ficou decidido que montadoras que não investirem em inovação e conteúdo nacional passariam a pagar IPI mais alto. O acordo vai beneficiar as três montadoras asiáticas instaladas no Uruguai, a Lifan, KIA e Chery.

Segundo o secretário executivo adjunto do Ministério da Fazenda, Dyogo Oliveira, a flexibilização corrige o texto da Medida Provisória 540, que trata do Plano Brasil Maior.

O Uruguai pode exportar para o Brasil até 20 mil automóveis por ano com isenção de imposto de importação. “A redução do IPI seria também concedida para países com acordos comerciais sobre veículos”, disse.

O acordo foi feito após reunião realizada nesta terça-feira (27) entre o secretário executivo do Ministério da Fazenda, Nelson Barbosa, com o vice-ministro de Economia e Finanças do Uruguai, Luíz Porto.

Fonte: Agência Brasil

terça-feira, 27 de setembro de 2011

Bancários deflagram greve nacional por tempo indeterminado


Charge: Débora Vaz
São Paulo – Os bancários deflagraram greve nacional por tempo indeterminado, a partir desta terça-feira (27). De acordo com a Confederação Nacional dos Trabalhadores do Ramo Financeiro (Contraf), a paralisação tem o objetivo de pressionar a Federação Nacional dos Bancos (Fenaban) a retomar as negociações e apresentar uma proposta que atenda às reivindicações da categoria. A greve atingirá bancos públicos e privados.

A decisão foi tomada em assembleias realizadas na noite desta segunda-feira (26) pelos Sindicatos dos Bancários de São Paulo, do Rio de Janeiro, de Brasília, Porto Alegre, Curitiba, Campo Grande, Mato Grosso, da Paraíba, de Alagoas, do Ceará, do Piauí, Espírito Santo, de Campinas, Piracicaba, Juiz de Fora, Dourados e Vitória da Conquista, conforme levantamento feito até as 20h30.

“Esperamos que a força da greve faça com que os bancos apresentem uma proposta que garanta emprego decente aos bancários. Com lucros acima de R$ 27,4 bilhões obtidos somente no primeiro semestre deste ano, os bancos têm todas as condições de atender as reivindicações da categoria, de modo a valorizar o trabalhador, distribuir renda, reduzir desigualdades e contribuir para o desenvolvimento do país”, disse Carlos Cordeiro, presidente da Contraf.

Os bancos ofereceram reajuste a todos os salários, pisos salariais, benefícios e participação nos lucros e resultados (PLR) de 8% a partir de 1º de setembro de 2011. Já os bancários reivindicam 12,8% de reajuste, sendo 5% de ganho real, e aumento do piso para R$ 2.297,51 (segundo os trabalhadores, pela proposta da Fenaban, o piso subiria para R$ 1.350,00). O PLR pedido é de três salários acrescidos de R$ 4,5 mil.

Em nota, a Fenaban diz que a proposta dos bancos contempla pelo oitavo ano consecutivo correção de salário com aumento real e inclui pisos salariais elevados para uma jornada reduzida. A entidade ressalta que se manteve aberta ao diálogo e apresentou duas propostas econômicas em apenas uma semana. “Por isso, a iminente possibilidade de greve é considerada fora de propósito”. “A Fenaban avalia que qualquer atitude que dificulte o atendimento aos usuários é condenável, principalmente quando a negociação pode continuar e evitar qualquer paralisação”.

Fonte: Agência Brasil

segunda-feira, 26 de setembro de 2011

Você usa o Bluetooth do seu aparelho no carro? Cuidado!


O grupo finlandês de segurança de dados Codenomicon afirmou que defeitos de software em aparelhos equipados com o sistema Bluetooth estão se tornando mais fáceis de explorar, o que representa risco para os usuários.

A tecnologia Bluetooth de transmissão de dados via rádio é amplamente utilizada para conectar celulares a seus acessórios, e sua segurança, até o momento, não era vista como um grande problema.

A Codenomicon, porém, informou em estudo que encontrou problemas críticos em kits viva-voz Bluetooth para uso em automóveis, testados este ano.

Os problemas de segurança permitem que criminosos obtenham informações sobre o celular de um usuário, e códigos defeituosos poderiam resultar em danos no sistema eletrônico do veículo, colocando em risco a segurança do motorista.

"Os problemas são na implementação. Codificadores cometem erros humanos", disse o chefe de tecnologia da Codenomicon, Ari Takanen, nesta sexta-feira, acrescentando que decidir qual dispositivo é o mais seguro foi muito difícil. "A qualidade do software é raramente visível para os consumidores".

A Bluetooth SIG, lobista da indústria, quando questionada sobre as descobertas, afirmou que a tecnologia Bluetooth é segura.

Fonte: Exame.com

sábado, 24 de setembro de 2011

Veja como vai ficar o Facebook depois da reforma

A vida inteira numa página
São Paulo — O Facebook anunciou, nesta semana, uma reforma radical no site. O Feed de Notícias passa a exibir só as atualizações principais, enquanto aquelas consideradas menos importantes vão para o novo painel Novidades. Já o antigo perfil de usuários deu lugar à nova Timeline. Essa página mostra, em ordem cronológica, os conteúdos relacionados com o usuário na rede social, contando a história da pessoa por meio de fotos, textos e outros elementos. A Timeline começa com uma grande foto no alto da página (imagem ao lado), que pode ser trocada pelo usuário com poucos cliques.
 
A vida inteira numa página 
A Timeline é uma longa página que pode ser rolada verticalmente. Nesta imagem, dois trechos dela são exibidos lado a lado. Os conteúdos mais recentes aparecem primeiro. Conforme se rola a página, coisas mais antigas vão sendo mostradas, até chegar ao ano de nascimento da pessoa. O Facebook exibe, na Timeline, os conteúdos que já estão na rede social. Mas o usuário pode acrescentar fotos e outros elementos manualmente. Para isso, basta clicar na linha vertical que divide a página ao meio. Ao fazer isso, surge um menu com opções para acrescentar fotos, lugares e eventos em categorias como empregos, relacionamentos e locais de residência. Outro menu. fora da linha do tempo, à direita, permite ir diretamente a um ano ou mês específico.  

Uma informação de cada vez 
No alto da Timeline, há uma série de quadrinhos que permitem filtrar as informações por tipo de conteúdo. Clicando num deles, é possível ver só as fotos, os amigos, os assinantes da pessoa ou as coisas que ela curtiu, por exemplo. Alguns desses itens são organizados em categorias. Na imagem ao lado, por exemplo, estão coisas que Mark Zuckerberg curtiu na categoria Música. Junto com os filtros disponíveis, o Facebook lista os aplicativos que a pessoa usou recentemente. Clicando num deles, o Facebook mostra atividades relacionadas com ele. Se for um aplicativo que exibe notícias, por exemplo, são mostradas as últimas notícias vistas. Se for um e-reader, aparecem os últimos livros que a pessoa terminou de ler.  

Itens ocultos para poupar espaço 
Para colocar toda a vida de uma pessoa numa única página, o Facebook oculta itens considerados menos importantes. Rolando a página, nota-se que os elementos mais recentes são exibidos de forma mais completa, enquanto os mais antigos tendem, às vezes, a ficar escondidos. Fotos grandes às vezes são mostradas apenas parcialmente. Clicando numa delas, surge a imagem completa. Álbuns com muitas fotos também são mostrados parcialmente. Para ver tudo, é preciso clicar numa das fotos, abrindo o visualizador de imagens. Em cada elemento, há dois pequenos botões (visíveis no canto superior direito desta imagem). Um deles serve para deixar o conteúdo sempre visível, e, o outro, para removê-lo ou ocultá-lo.  

Contatos, lugares e muito mais 
A Timeline lista os novos amigos incluídos como contatos em cada ano, assim como as mensagens postadas no mural da pessoa. Lista, ainda, coisas que a pessoa curtiu naquele período. Lugares registrados no Facebook Places aparecem marcados num mapa. Coisas que estavam especificadas no perfil, como a data de nascimento e a de formatura, também são exibidas no ano correspondente. Junto, fica um retângulo com a frase “Add a Photo”, convidando o usuário a acrescentar uma foto daquela época. Quando não há conteúdo sobre um determinado ano – algo que tende acontecer com os anos anteriores à entrada da pessoa no Facebook – a Timeline mostra um espaço vazio. O usuário tem a opção de acrescentar novos itens clicando na linha vertical central.  

Toda força aos aplicativos 
Os aplicativos aparecem com bastante destaque na Timeline. O Facebook está anunciando um novo recurso chamado Open Graph. Ele permite que um aplicativo relacione uma pessoa a um objeto. Assim, o nome da pessoa fica ligado aos livros que ela leu num e-reader, aos filmes a que ela assistiu num aplicativo de vídeo e às canções que ela ouviu por meio de um serviço de música na internet, por exemplo. Observando a Timeline de alguém, pode-se vem o que a pessoa andou fazendo com os aplicativos. Ao apresentar as novidades na quinta-feira, Mark Zuckerberg disse que isso deve levar os usuários a descobrir novas músicas, filmes e outros conteúdos com base nas preferências dos amigos. Ele chamou isso de “realtime serendipity”, a habilidade de fazer descobertas interessantes instantaneamente.  

Painel Novidades 
O Facebook também está mudando a maneira como as novidades são mostradas no Feed de Notícias. Agora, só as atualizações consideradas mais relevantes serão exibidas nele. As outras poderão ser vistas num novo quadro no canto superior direito da página, o painel Novidades. Tudo que os amigos publicam vai sendo mostrado nele instantaneamente, de modo que as notícias tendem a rolar com certa rapidez. Clicando numa delas, é possível escrever comentários e ler os que foram escritos por outras pessoas. 
 
Fonte: Exame.com
 

Facebook abre inscrições para novo perfil


São Paulo – O Timeline, novo modo de exibição do perfil dos usuários do Facebook, começará a ser disponibilizado nas próximas semanas. Mas os usuários mais apressadinhos já podem entrar na fila para serem os primeiros a receber a atualização.

Para isso, basta acessar o endereço http://www.facebook.com/about/timeline e clicar no botão Sign me Up, localizado na base da página.

O novo perfil do Facebook vai agregar as principais atualizações do usuário de acordo com o de publicação. Dessa forma, o serviço vai funcionar como um diário digital 2.0 do usuário.

Para gerar conteúdo para a Timeline do usuário, o Facebook irá disponibilizar uma série de novos aplicativos, com o objetivo de registrar suas atividades, como os livros que ele leu, as músicas que escutou, os esportes que praticou, lugares onde esteve, pratos que ele cozinhou etc.

Spotify, Netflix, Nike, SoundCloud, Guardian, Hulu, Mashable, entre outras, são algumas das empresas que já confirmaram a parceria com o Facebook para a publicação de seus apps.

Dessa forma, qualquer atividade que o usuário registrar dentro de um desses serviços será registrada pelo app correspondente e exibida em seu perfil.

Fonte: Exame.com

quinta-feira, 22 de setembro de 2011

Rede social Google+ agora está aberta a todos

São Paulo — Depois de quase três meses aberto apenas a convidados, a rede social Google+ passa a aceitar a participação de qualquer interessado. A novidade foi anunciada hoje por Vic Gundotra, vice-presidente sênior de engenharia do Google. Num post publicado no blog da rede social, ele fala dos 99 aperfeiçoamentos feitos no Google+ desde sua abertura, em junho, No final, anuncia a novidade número 100, que é a abertura do serviço ao público geral.

Quando o Google+ foi aberto, três meses atrás, os convites para a rede social do Google tornaram-se muito disputados. No seu primeiro mês de atividade, o site conquistou mais de 20 milhões de usuários. Passado o entusiasmo inicial, porém, a atividade no Google+ começou a diminuir. Nos últimos dois meses, o volume de posts publicados caiu 41%.

Hangout

Além de anunciar a abertura para o público, o Google apresentou uma série de melhoramentos no recurso Hangout, que possibilita conversas com vídeo entre os usuários por meio da webcam do computador. O Hangout vem sendo usado tanto para conversas pessoais como para transmitir aulas, apresentações e até shows musicais. Agora, esse recurso pode ser usado também em celulares com o sistema Android.

Além disso, nas telerreuniões com o Hangout, um usuário pode compartilhar a tela do seu computador com os demais. Assim, os outros podem ver que está sendo exibido nela, como uma apresentação de fotos ou a indicação de um local num mapa, por exemplo. Um caderno de desenho compartilhado permite rabiscar coisas para que os outros vejam. O Hangout também passa a permitir o compartilhamento de documentos no Google Docs.

O Google também criou uma nova modalidade de transmissão, o Hangout No Ar. Funciona mais ou menos como um YouTube ao vivo onde até nove usuários podem transmitir imagens e qualquer um pode assistir. E é possível dar um nome a cada sessão para facilitar sua identificação. Por fim, o Google criou uma interface de programação (API) que vai permitir o desenvolvimento de aplicativos que vão usar esse recurso do Google+.

Outra novidade é que o Google+ passa a ter seu próprio mecanismo de busca. Um pouco estranho, ele lista tanto resultados encontrados no Google+ como páginas de outros sites da web. Gundotra diz que as novidades serão liberadas para os usuários ao longo do dia. Ao menos a busca ainda não estava funcionando bem para os brasileiros no início desta tarde.

Em outro post, no blog do Google+ para dispositivos móveis, Punit Soni, gerente de produtos móveis, anuncia outras novidades que estão sendo incorporadas ao Google+ em smartphones e tablets. Uma delas é que passa a ser possível adicionar uma pessoa a uma conversa apenas incluindo seu nome precedido pelo sinal de mais. Os usuários também poderão “curtir” comentários no iPhone usando o botão +1. Segundo Soni, esse recurso deverá ser levado também ao Android em breve.

Usuários de dispositivos móveis passam, ainda, a poder usar seu smartphone ou tablet para editar a foto do perfil, configurar notificações e baixar fotos do Google+ para o dispositivo. Por fim, há melhoramentos no recurso de comunicação por SMS, que ainda não está disponível no Brasil.

Fonte: Exame.com

Protesto na internet cancela festival e evita massacre de cães na China

Pequim - Depois de protestos de inúmeros internautas, o governo chinês cancelou a realização de um festival com 600 anos de tradição que era conhecido pela fartura de carne de cachorro, informaram nesta quarta-feira (21) as autoridades da província de Zhejiang.

Realizado sempre em outubro, na cidade de Qianxi, o festival despertou a revolta dos internautas por conta da crueldade com os cachorros, que eram sacrificados nas ruas em nome da celebração.

"Justamente por este motivo, o governo optou por seu cancelamento", disse o funcionário Zhang Jianhong à agência de notícias estatal "Xinhua".

Depois que o massacre de cachorros foi parar na internet através de um vídeo, milhares de pessoas resolveram se manifestar contra a realização do evento.

Segundo a história do festival, os cachorros de Qianxi foram sacrificados pelas tropas de Zhu Yuanzhang, fundador da dinastia Ming (1368-1644), antes que o mesmo tomasse a cidade. A intenção era evitar que os latidos estragassem os planos de ataque.

Depois da conquista, as mesmas tropas promoveram um banquete com carne de cachorro. Assim, os habitantes da região começaram a adotar o costume para homenagear o imperador e sua esposa.

Fonte: Exame.com

segunda-feira, 19 de setembro de 2011

Curso de inglês pelo celular já tem 3 milhões de usuários no Brasil

São Paulo - Os cursos de inglês pelo celular Kantoo, oferecidos pela Vivo, estão próximos de atingir 3 milhões de assinantes ativos. Um ano e meio atrás, quando existia só no formato de aplicativo Java, o serviço tinha apenas 200 mil usuários. O crescimento exponencial aconteceu depois que foram lançadas versões do curso para SMS (Kantoo for All) e portal de voz (Kantoo Voz). Existe ainda a versão em site web, chamada de Kantoo Online, e uma dedicada ao aprendizado de Espanhol, o Kantoo Espanhol, que soma 600 mil alunos atualmente.

Desenvolvido pela empresa israelense La-Mark, o método Kantoo está disponível em outras operadoras do grupo Telefônica em países como Peru, Venezuela, Chile e México, além da Wind, na Itália. No mundo todo são 4,5 milhões de estudantes ativos. O Brasil, portanto, representa cerca de dois terços da base. Os cursos são oferecidos sob o modelo de assinatura semanal, a preços baixos, da ordem de R$ 3 por semana.

Os estudantes ficam, em média, 130 dias em cada curso, o que é um tempo bastante longo para um serviço de assinatura semanal. "As desistências são poucas e o índice de satisfação está acima de 90%", revela o gerente de serviços de valor adicionado (SVA) da Vivo, João Victor Martins. O Kantoo for All consiste no envio de pequenas lições por SMS três vezes por semana para aperfeiçoamento de vocabulário e de gramática em inglês. O Kantoo Voz, por sua vez, dá acesso a um portal de voz onde o estudante escuta episódios de uma áudio-novela, com intervalos para prática da pronúncia.

Novidades

Os próximos passos são a criação do Kantoo for All – Class, um curso que mescla SMS e portal de voz, e do Kantoo Beginners, curso com foco em pessoas sem qualquer conhecimento prévio de inglês. Ambos serão lançados neste ano. O Kantoo Begginers tem como público alvo pessoas que trabalham no setor de serviços, como taxistas e garçons, que precisarão aprender um pouco de inglês para atender aos turistas que virão ao Brasil durante a Copa do Mundo e as Olimpíadas.

Fonte: Exame.com

Programa de crédito para microempreendedor já está disponível

Brasília - A Caixa Econômica Federal assina nesta segunda-feira (19) os primeiros contratos do Programa Nacional de Microcrédito Produtivo Orientado - Crescer, primeiro dia útil após a publicação da portaria que regulamenta o programa.

Segundo a Caixa, o programa atende a empreendedores com faturamento anual de, no máximo, R$ 120 mil. O financiamento, nas modalidades capital de giro e investimento, pode chegar a R$ 15 mil, com taxas de juros de 8% ao ano. A taxa de abertura de crédito (TAC) é 1%.

O prazo médio para capital de giro varia de quatro a seis meses. Já no microcrédito para investimento, o prazo médio fica entre 12 e 24 meses.

De acordo com a Caixa, o programa tem como metodologia o relacionamento direto com os empreendedores nas suas localidades. Para fechar o contrato, a Caixa faz avaliações da atividade e da capacidade de endividamento de cada cliente e os empreendedores são acompanhados e orientados por agentes de microcrédito.

A Caixa informou ainda que mulheres que trabalham por conta própria, por exemplo, podem formar grupos e receber a visita de um agente de microcrédito, que dará as orientações necessárias para viabilização de projetos.

A Caixa também estimulará a formalização dos trabalhadores autônomos, por meio do programa Empreendedor Individual. Com a formalização, o pequeno empreendedor tem acesso aos benefícios previdenciários, com contribuição de 5% do salário mínimo, o que equivale a R$ 27,25 por mês. Atualmente, a Caixa tem aproximadamente 500 mil empreendedores individuais como clientes. O banco também espera oferecer microcrédito para beneficiários do Programa Bolsa Família, “que conta com 1,2 milhão de famílias com perfil empreendedor”, segundo avaliação do banco estatal.

Fonte: Agência Brasil

domingo, 18 de setembro de 2011

Invasão de produtos chineses provoca fechamento de indústrias no Brasil

Brasília – Produtores nacionais estão preocupados com a desindustrialização provocada pela invasão dos produtos chineses nos últimos anos. Levantamento da Comissão de Defesa da Indústria Brasileira (Cdib) aponta que, na última década, várias indústrias fecharam as portas após o avanço das importações chinesas.

No segmento de escovas, por exemplo, das 40 empresas que há dez anos estavam no mercado, apenas duas mantêm as atividades industriais. Para o presidente da Associação Brasileira dos Fabricantes de Vassouras, Escovas, Pincéis e Similares (ABVEP) e membro fundador da Cdib, Manolo Canosa, a desativação do parque industrial significa a “morte” do setor com perdas irreparáveis, incluindo de empregos.

“Quando se desativa uma indústria, independentemente do setor, perde-se toda a mão de obra técnica porque o setor morreu. Daqui a pouco não vai existir indústria para gerar empregos. A cada produto comprado da China, se exclui um emprego aqui [no Brasil] e se cria um na China”, lamenta.

Das três empresas brasileiras produtoras de ímã de ferrite (material utilizado na fabricação de alto-falante), apenas uma continua com as atividades industriais. Segundo o diretor da companhia Roberto Barth, a valorização do real diante da desvalorização do yuan (moeda chinesa) torna a concorrência impraticável e desleal. “As nossas indústrias não têm como concorrer com essa invasão predatória chinesa. A defasagem cambial inviabiliza qualquer tipo de concorrência”, comenta.

Na tentativa de reduzir a entrada ilegal dos produtos chineses, Barth denunciou ao Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (MDIC) a manobra feita por indústrias da China que declaravam produzir em Taiwan para driblar o pagamento de taxas antidumping. “O próprio exportador chinês me ofereceu a compra desses produtos com entrada ilegal a preços mais baratos”, conta.

Após investigação da denúncia, pela primeira vez, o governo federal proibiu a entrada de um produto estrangeiro utilizando as medidas de defesa comercial que fazem parte do Plano Brasil Maior, política industrial do governo federal lançada no início de agosto. “Já é um começo. Quando pensarem em burlar a lei, vão pensar mais de uma vez”, completa.

Para o vice-presidente da Associação de Comércio Exterior do Brasil (AEB), José Augusto Castro, a desindustrialização provocada pelo aumento das importações chinesas representa uma tendência. Com o dólar em baixa, os produtos importados ficam mais baratos e as mercadorias nacionais perdem espaço no mercado interno. “O governo deixou claro que a preocupação maior é manter a inflação baixa e não com o comércio exterior. As medidas de estímulo são bem-vindas, mas são insuficientes”, avalia.

Castro destacou ainda que o problema cambial é agravado pela falta de apoio governamental às indústrias nacionais. “O câmbio é um problema por causa da nossa infraestrutura insuficiente e onerosa. O sistema tributário arcaico, a elevada tributação, o alto custo financeiro e a burocracia são fatores que tornam o problema cambial ainda maior”, afirma.

Fonte: Agência Brasil

BC passa a exigir mais transparência de administradoras de consórcio

Brasília – O Banco Central (BC) decidiu padronizar as informações repassadas pelos consórcios aos clientes, para dar mais transparência ao setor. Em circular publicada nesta sexta-feira (16), a autoridade monetária estabeleceu uma série de regras que vão facilitar a comparação pelos consumidores e auxiliar a escolha da administradora.

Agora, as administradoras estão obrigadas a divulgar os custos da participação em grupos de consórcios em taxa percentual, calculada sobre o valor do crédito. Nesses custos, deverão estar especificados os seguintes itens: taxa de administração, taxa de fundo de reserva e o percentual correspondente ao seguro contra inadimplência.

O BC também determinou que a administradora não poderá promover comparação entre taxas e valores cobrados nas operações de consórcio com as cobradas nas operações de crédito e de arrendamento mercantil financeiro (leasing). De acordo com a autoridade monetária, essas operações têm características distintas e não podem ser comparadas.

A cobrança de tarifas pela emissão de boletos de cobrança e carnês passa a ser proibida. A medida, informou o BC, tem como objetivo padronizar as normas aplicadas aos consórcios com as regras a que estão submetidas as demais instituições financeiras. Além disso, os contratos, informativos e demais documentos deverão ter redação clara, objetiva e adequada. "O objetivo é permitir o entendimento do conteúdo e a identificação de prazos, valores, encargos, multas, datas, locais e demais condições dos grupos de consórcios", ressaltou o BC em nota.

As administradoras de consórcio passam a ser obrigadas a fornecer contratos, recibos e comprovantes. Os consorciados também terão o direito de receber, das administradoras, informações sobre os deveres e responsabilidades associados à participação em grupos de consórcios.

As mudanças seguem a padronização das tarifas bancárias, adotada em 2008, e da nomenclatura das taxas dos cartões de crédito, que entrou em vigor no ano passado.

Fonte: Agência Brasil

quinta-feira, 15 de setembro de 2011

Chip de novos BlackBerry agirá como documento de identidade

A Research in Motion, fabricante do BlackBerry, planeja abrir as portas ao uso por seus clientes de uma tecnologia criada uma década atrás e que transforma celulares em aparelhos de pagamento.

Todo o setor, da Nokia ao Google, responsável pelo sistema operacional Android, pretende incluir a tecnologia near field communication (NFC) em futuros aparelhos, para tentar substituir o dinheiro em espécie e os cartões de crédito e débito na maioria dos pagamentos, de cafés a ingressos de espetáculos e passagens em meios de transporte.

Os chips NFC permitem troca de dados sem fio em distância de uns poucos centímetros, o que significa que celulares poderiam ser usados para pagar por produtos, armazenar passagens em formato eletrônico, baixar música e trocar fotos e cartões de visitas.

Mas a implementação do NFC para pagamentos vem sendo bloqueada pelos interesses contraditórios de bancos, comerciantes, fabricantes de aparelhos e até mesmo operadoras de telefonia móvel, todos interessados em ficar com uma fatia desse bolo.

"É um ecossistema muito dinâmico, há muita gente envolvida e muita coisa precisa acontecer antes que surja massa crítica", disse Andrew Bocking, vice-presidente de software para celulares da RIM.

Enquanto isso, a RIM aproveitará o papel de seus aparelhos como escolha preferencial nas repartições governamentais a fim de permitir que eles se tornem documentos de identidade para acesso a esses locais.

Os funcionários muitas vezes precisam usar seus crachás como cartões de identificação para entrar em um edifício ou acionar um elevador. Há boa probabilidade de que o cartão e o leitor utilizados sejam produtos da HID Global, parte da Assa Abloy.

A RIM e a HID Global anunciaram na quinta-feira uma parceria que permitirá a usuários dos novos RIM Bold e Curve o uso desses aparelhos como cartões de acesso aos seus locais de trabalho ou outras áreas de acesso restrito.

"É uma novidade no setor e um marco importante para nós, porque permite que um aparelho móvel armazene dados de identidade para acesso lógico e físico", disse Denis Hebert, presidente-executivo da HID Global.

Fonte: Exame.com

YouTube lança editor de vídeo online

São Paulo — O YouTube está ganhando um editor online que permite melhorar os vídeos e aplicar efeitos a eles antes de publicá-los. O aplicativo funciona integrado aos demais recursos do site do Google. Quando o usuário publica um vídeo, o YouTube exibe o link Editar Este Vídeo.

Clicando no link, várias opções são oferecidas. Um botão com a frase “Estou com sorte”, faz o ajuste das cores automaticamente. Se o usuário quiser ter maior controle sobre as operações, há funções para girar o quadro, corrigir cenas tremidas, clarear as sombras, ajustar a saturação de cores e calibrar a temperatura de cor (ajuste que deixa a imagem mais azulada ou mais avermelhada).

Há, também, uma série de estilos que podem ser aplicados às imagens. Eles permitem, por exemplo, converter o filme para branco e preto ou tons de sépia; ou deixá-lo com aparência antiquada. No final, clica-se em Salvar para processar as mudanças. E, se o resultado não agradar, é possível voltar à versão original do vídeo.

Obviamente, esses recursos simples de edição online não se comparam ao que pode ser feito num aplicativo que roda no computador. O novo editor não permite encadear cenas sobre uma linha do tempo e reordená-las, por exemplo. Mesmo assim, é um acréscimo bem vindo, que pode ajudar a melhorar a qualidade de muitos vídeos informais.

O YouTube já vem testando o novo recurso há algum tempo, mas só começou a liberá-lo para os usuários ontem. A promessa é que estará disponível para todos em breve. Muitos brasileiros já podem usá-lo.

Fonte: Exame.com

terça-feira, 13 de setembro de 2011

GVT lança pacote de banda larga de 35 MB a R$ 99

São Paulo - A GVT lançou nesta segunda-feira (12) na Futurecom 2011 um pacote de banda larga de 35 Megabytes (MB) a R$ 99, uma redução em relação ao valor praticado anteriormente de R$ 199. O presidente da GVT, Amos Genish, afirmou que pelo mesmo preço em 2012 o pacote poderá crescer para 50 MB. "Hoje, 56% das novas vendas da GVT em banda larga são 15 de MB ou mais. Isso significa que, quando se apresenta ao usuário um preço acessível, ele, que tem necessidade, vai comprar", disse o executivo, que falou na abertura do congresso, logo após o presidente da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel), Ronaldo Sardenberg.

Em uma clara crítica à Anatel, o presidente da GVT disse que investimento em Backbone (infraestrutura de rede) é chave e que a agência tem a oportunidade de tornar o preço acessível para a população. "De verdade, ninguém vai acreditar que 1 MB a R$ 35 com garantia mínima de download de só 10% seja o suficiente. Tudo bem para começar, mas não é ideal para o futuro".

Fonte: Exame.com

Do blog: Enquanto nós potiguares não recebemos às instalações da GVT, pagamos preços absurdos por acesso a Internet em alta velocidade, onde temos 4 (quatro) empresas concorrentes e com preços praticamente iguais. Já a velocidade comparativa é entre as nossas fornecedoras e a GVT é algo absurdo de diferença. Defendo uma campanha via redes sociais e twitter “#gvtnornja”. Fica a dica!

Dilma: governo quer internet rápida em celular para Copa de 2014

Brasília - A presidenta Dilma Rousseff afirmou nesta segunda-feira (12) que o governo já autorizou investimentos de R$ 200 milhões na infraestrutura das 12 cidades-sede da Copa do Mundo de 2014 com o objetivo de oferecer internet rápida pelo celular.

No programa semanal Café com a Presidenta, ela explicou que a ideia é que brasileiros e turistas possam ter acesso à transmissão de voz e de imagens de alta qualidade pelo telefone móvel, no país.

Outra iniciativa trata da implantação de celulares de quarta geração até o início da competição. “Esse é um legado que ficará para toda a população brasileira depois da Copa e das Olimpíadas”, destacou a presidenta.

A partir de 1º de outubro, o acesso à internet banda larga começa a ser oferecido em todo o país a R$ 35 por mês. Atualmente, o preço médio cobrado pelo serviço é R$ 70. Segundo Dilma, o acordo com as operadoras de telefonia prevê que a internet popular chegue a todos os municípios brasileiros até 2014.

“Queremos chegar a, pelo menos, 40 milhões de lares com acesso à internet de alta velocidade, o que é muito importante para o desenvolvimento do nosso país. A internet está presente em tudo: na economia, na educação, nas compras, nas relações pessoais, nos serviços públicos.”

Fonte: Agência Brasil

MP denuncia Edir Macedo por evasão de divisas e lavagem de dinheiro

Brasília - O Ministério Público Federal em São Paulo (MPF-SP) denunciou o bispo Edir Macedo e três pessoas ligadas à Igreja Universal do Reino de Deus (Iurd) por evasão de divisas e lavagem de dinheiro, entre outros crimes. A Justiça Estadual de São Paulo já tinha aceitado denúncia contra o fundador e líder da igreja neopentecostal em 2009, mas o processo foi encaminhado à Justiça Federal devido à natureza dos crimes.

A nova denúncia do MPF usa elementos da acusação do Ministério Público paulista e inclui informações novas, como a participação de doleiros no esquema criminoso. Outra diferença entre as denúncias é a redução do número de acusados, de dez para quatro. De acordo com a assessoria do MPF-SP, os seis suspeitos que ficaram fora da acusação do MPF continuam sendo investigados pela Polícia Federal.

Além de Edir Macedo, foram denunciados o ex-deputado federal João Batista Ramos da Silva (que foi detido com R$ 10 milhões no Aeroporto de Brasília, em 2005), o bispo da Iurd Paulo Roberto Gomes da Conceição e a diretora financeira Alba Maria Silva da Costa. Eles responderão por lavagem de dinheiro, estelionato, falsidade ideológica, evasão de dividas e formação de quadrilha.

De acordo com o procurador Sílvio de Oliveira, o grupo cometia estelionato contra os fiéis da Iurd, oferecendo “falsas promessas e ameaças de que o socorro espiritual e econômico somente alcançaria aqueles que se sacrificassem economicamente pela igreja”.

O procurador só denuncia crimes ocorridos entre 1999 e 2005, uma vez que foi só em 1998 que o crime de lavagem de dinheiro passou a integrar o ordenamento jurídico brasileiro. No entanto, ele cita vários episódios anteriores a esse período para explicar a estruturação do grupo e como o esquema foi montado.

Fonte: Agência Brasil

Dilma sanciona com vetos lei que define regras para TV paga

Brasília - A presidenta Dilma Rousseff sancionou nesta segunda-feira (12) a Lei 116, que define novas regras para o serviço de TV por assinatura no Brasil. As informações são da Casa Civil da Presidência da República. Além de abrir o mercado de TV para operadoras de telefonia, a lei também acaba com a limitação da participação de capital estrangeiro no serviço de TV a cabo.

A presidenta vetou dois artigos da lei. Um deles transferia do Ministério da Justiça para os programadores a definição dos critérios de classificação indicativa. O outro tratava da possibilidade de cobrança para os serviços de atendimento telefônico.

A lei ainda define o cumprimento de cotas para veiculação de produção independente nacional. De acordo com o texto, as concessionárias de telecomunicações poderão associar-se a produtoras para a distribuição de programação. A lei prevê também a obrigatoriedade de cotas semanais de três horas horas e meia de programação nacional mesmo para canais estrangeiros.

Outro dispositivo da lei define que a Agência Nacional do Cinema (Ancine) será responsável por regular se o conteúdo a ser veiculado, feito por uma produtora, é mesmo produzido no Brasil. A Ancine também é quem deverá definir a extensão do horário nobre nas programações.

Fonte: Agência Brasil

terça-feira, 6 de setembro de 2011

Infraero contrata instalação de máquinas de autoserviço em 15 aeroportos

Brasília - A Empresa Brasileira de Infraestrutura Aeroportuária (Infraero) leiloou nesta segunda-feira (5) espaços em 15 aeroportos para instalação de máquinas alimentícias, conhecidas como vending machines (máquinas de vendas). Sete empresas participaram da licitação e vão investir R$ 18,87 milhões para instalar 143 máquinas de café, refrigerantes e salgadinhos. Os equipamentos ficarão em áreas públicas, como saguões de entrada, e privativas, como setores de embarque e desembarque, dos terminais.
As máquinas de autosserviço vão ser instaladas em Guarulhos, Congonhas e Viracopos (SP); Santos Dumont e Galeão (RJ); Confins e Pampulha (MG); Fortaleza; Recife; Brasília; Cuiabá; Manaus; Salvador; Porto Alegre e Curitiba.
Os contratos de concessão têm prazo de 60 meses, sem possibilidade de prorrogação. Durante esse período, as empresas não poderão cobrar pelos alimentos preços diferentes dos encontrados nos respectivos mercados locais. “O objetivo principal dessas máquinas é oferecer aos usuários e passageiros dos aeroportos uma alternativa de produtos básicos de alimentação”, disse Geraldo Moreira Neves, diretor comercial da Infraero.

Fonte: Agência Brasil

segunda-feira, 5 de setembro de 2011

Consultoria vai custar R$ 1 milhão à Prefeitura de Natal


Bandeira do Município de Natal
A PREFEITURA DE Natal poderá pagar até um milhão de reais para uma empresa preparar o editalde licitação das concessões das linhas de transporte coletivo. A informação está no extrato da Tomadade Preços nº 001/2011, elaborado pela Comissão Especial de Licitação dos Serviços de Transporte Público da Secretaria Municipal de Mobilidade  Urbana (Semob), publicado no Diário Oficial. A licitação dos transportes públicos é uma novela que se arrasta há anos.
O primeiro prazo para a concessão das linhas de ônibus venceu em 26 de junho de 2003, mas, através de uma decisão judicial, ela foi prorrogada por sete anos. O último prazo encerrou em 27 de junho de 2010. Desde então, as empresas de ônibus atuam como permissionárias, o mesmo status conferido ao transporte alternativo.O recebimento e início da abertura dos envelopes com as propostas para escolher a empresa que irá preparar a licitação das linhas de transporte coletivo será no próximo dia 9.
O tipo de licitação será a empreitada por preço global, utilizada quando se contrata a execução da obra ou do serviço por preço certo, com este pouco sujeito a alterações durante a sua execução. Na prática, a prefeitura está contratando uma consultoria para elaborar um estudo e preparar o edital da licitação das concessões. O prazo para essa consultoria encerrar seus trabalhos é de 120 dias contados a partir da assinaturado contrato. A relação dos documentos necessários para a participação na disputa está disponível no sitehttp://compras.natal.rn.gov.br. Na comprovação da qualificação técnica dos participantes do certame, deve constar o registro no Conselho Regional de Engenharia e Arquitetura (CREA), prova de disponibilidade de instalações, aparelhamento e equipe técnica permanente e eventual.
A equipe deve ter um engenheiro e um arquiteto, ambos com experiência em coordenação de projetos de planejamento de transporte urbano e modelagem de concessões de transporte coletivo. O grupo também deverá ter dois técnicos seniores (engenheiros ou arquitetos) com experiência em cada uma das especialidades: planejamento de rede de transporte urbano, estudos tarifários, estruturação da gestão de transporte urbano e modelagem de concessão de transporte coletivo.
O preço proposto pelas empresas concorrentes deve considerar as despesas com mão-de-obra, equipamentos, encargos das leis trabalhistas e sociais, todos os custos diretos e indiretos, taxas remunerações, despesas fiscais e financeiras e “qualquer despesa extra não especificada no edital”, mas julgadas essenciais ao cumprimento do objeto de uma licitação.

Fonte: Novo Jornal
Do Blog: O blog não tem o objetivo de tratar de assuntos referentes à política, não pude deixar de postar essa matéria que li no Novo jornal. Nada contra a prefeitura contratar uma empresa para fazer uma consultoria, principalmente para tratar de um assunto tão complicado quanto esse, já que em seu quadro funcional, pode não existir pessoas qualificadas para tal, o que eu acho que não é verdade. Porém, por ser um caso que implica várias nuanças políticas, é melhor assim. Mas, o valor que poderá ser pago pela prefeitura é algo que não concordo. O valor de R$ 1milhão de reais para um trabalho totalmente burocrático, sem trabalho de campo, sem construção, sem nenhum tipo de custo adicional, não acho correto. Mesmo assim, vejamos no que vai dar, espero que a prefeitura reveja os valores praticados nesta contratação e não jogue fora o dinheiro dos impostos que pagamos.

Netflix inicia transmissão de filmes pela Internet no Brasil

São Paulo - A companhia norte-americana Netflix anunciou nesta segunda-feira (5) sua entrada oficial no Brasil, oferecendo serviços de transmissão de filmes e programas de televisão pela Internet.
A companhia anunciou ainda planos para entrada em 42 países da América Latina, dos quais Argentina, Uruguai, Paraguai, Chile e Bolívia nesta semana.
A empresa acertou contratos de licenciamento de conteúdo no Brasil com grandes estúdios como Sony Pictures e Paramount.
No Brasil, a Netflix, que iniciou seus serviços cobrando taxa de 14,99 reais por mês, vai competir com uma série de rivais como a NetMovies, que cobra a partir de 9,99 reais mensais, e serviços de operadoras de TV paga como a Net.
Segundo o co-fundador e presidente da Netflix, Reed Hastings, a operação brasileira é o "primeiro grande negócio internacional", da companhia.

Fonte: Exame.com
Do blog: A empresa ainda conta com apps (aplicativos) para iPhone, iPad e Android. 

domingo, 4 de setembro de 2011

Executivo e Legislativo concentram apoio à microempresa, segundo Sebrae


Brasília – Micro e pequenos empresários ganharam importantes apoios na semana que passou, com o avanço da tramitação, no Congresso Nacional, de matérias que fortalecem o setor. A Câmara corrigiu em 50% as faixas de tributação no Simples Nacional, de acordo com o faturamento bruto da empresa, e a Comissão de Desenvolvimento Econômico, Indústria e Comércio da Câmara aprovou a criação da Secretaria da Micro e Pequena Empresa, proposta pelo Executivo.
Isso dá a medida de “reconhecimento tácito da importância que o setor desempenha na economia, gerando oportunidade de empregos a milhões de brasileiros”, de acordo com o gerente de Políticas Pública do Serviço Brasileiro de Apoio à Micro e Pequena Empresa (Sebrae), Bruno Quick. Apesar de as duas matérias ainda continuarem em tramitação nas duas casas do Congresso, ele ressalta que “o avanço foi grande, e nos dá esperança de que a apreciação seja rápida”.
Além do aumento das faixas de faturamento anual para microempresas, de R$ 240 mil para R$ 360 mil, e de pequenas empresas, de R$ 2,4 milhões para R$ 3,6 milhões, ele cita a inclusão de correção também para o Empreendedor Individual, que aumentou de R$ 36 mil para R$ 60 mil por ano. O projeto cria também o parcelamento automático de débitos tributários, que beneficia 560 mil empresas ora ameaçadas de exclusão do Simples Nacional, por causa de dívidas com a Receita Federal do Brasil.
O Projeto de Lei Complementar (PLP) 87/11 segue agora para o Senado, onde a perspectiva é de aprovação rápida, de acordo com Bruno Quick. Ele lembra que o projeto cria ainda um limite extra para exportadores. A pequena empresa que estiver no teto de faturamento do Simples (R$ 3,6 milhões) poderá exportar o mesmo valor, com possibilidade de dobrar o faturamento, sem risco de exclusão do sistema especial de tributação.
Embora com tramitação mais demorada, porque precisa ser analisada por mais três comissões da Câmara, antes de subir para o Senado, a criação da Secretaria da Micro e Pequena Empresa, que será vinculada à Presidência da República, “dará forte impulso ao setor, e esperamos que as votações sejam agilizadas”, argumentou Quick. A matéria passará ainda pelas comissões de Constituição, Justiça e Cidadania; Finanças e Tributação; e de Trabalho, Administração e Serviço Público.

Fonte: Agência Brasil

quinta-feira, 1 de setembro de 2011

Possível venda da TOTVS pode beneficiar minoritários, avalia Ágora


São Paulo – A possibilidade da TOTVS (TOTS3), empresa especializada no desenvolvimento de softwares, ser vendida para gigantes do setor de tecnologia da informação, como Microsoft, SAP, Oracle e IBM, não está descartada pela equipe de pesquisa da Ágora Corretora e poderia beneficiar os acionistas minoritários, indica o analista Wilson Lapa, após destacar que os mesmos teriam direito a 100% do tag along.
Diante deste cenário, ele manteve a recomendação de compra para os papéis da empresa, apesar de ter reajustado suas projeções após incorporar os resultados apresentados pela companhia no segundo trimestre do ano. Em relatório, Lapa reduziu o preço-alvo para as ações ordinárias da TOTVS de 36,50 para 35 reais até o final de 2011. O novo valor representa um potencial de alta de 27,73% frente à cotação de 27,40 reais vista no fechamento do último pregão. No acumulado do mês, os papéis recuam 2,84%, enquanto no ano caem 19,19%.
Na avaliação da Ágora, a visão permanece positiva para a Totvs após a divulgação do balanço referente ao período abril-junho. “Projetamos bom crescimento para os números da companhia”, destaca Lapa. O analista espera um avanço de 15,2% na receita líquida da companhia durante os próximos três anos, ao mesmo tempo em que projeta uma alta de 17,2% no Ebitda (lucro antes de juros, impostos, depreciações e amortizações) de 2011.

Crescimento
A corretora ainda prevê que a companhia continue realizando aquisições com o objetivo de se tornar uma referência global, expandindo seu portfólio de produtos. “A TOTVS vem se consolidando no Brasil como desenvolvedora de aplicativos específicos para determinados nichos de empresas, como varejo, serviço de saúde, construção civil e outros”, explica o analista.
Lapa avalia que a baixa penetração de softwares do tipo Planejamento de Recursos Empresariais (ERP) no Brasil – apenas 8% das pequenas e médias empresas utilizam o programa – deve beneficiar a TOTVS, considerada líder deste segmento que conta com produtos altamente competitivos.
“A empresa apresenta relação custo/benefício atrativa e um desenvolvido canal de distribuição”, destaca Lapa. Além disso, a companhia deve ainda ganhar no longo prazo com a redução dos impostos que o governo aprovou para todo o setor de tecnologia, acrescenta. A Ágora esclarece que não incorporou os ganhos com a redução nos impostos em sua análise, já que não foi possível “mensurar este impacto”, alerta Lapa.

Fonte: Exame.com

Internautas organizam marcha contra corrupção no dia 7 de setembro


Brasília – Internautas estão organizando uma marcha contra a corrupção no dia 7 de setembro, quando é comemorada a independência do país. O movimento ganhou mais adeptos depois da absolvição da deputada federal Jaqueline Roriz (PMN-DF), segundo a organização do protesto.
Há duas semanas, um grupo de brasilienses lançou no Facebook, uma rede social, a ideia de fazer o protesto no Dia da Independência. Até a noite de terça-feira (30), mais de 9 mil pessoas tinham confirmado presença. Segundo um dos organizadores da manifestação, Giderclay Zeballos, as confirmações praticamente dobraram depois que a Câmara dos Deputados arquivou o processo de cassação do mandato de Jaqueline Roriz, acusada de quebra de decoro após aparecer em uma gravação de vídeo recebendo dinheiro do operador do esquema de propina no governo do Distrito Federal, Durval Barbosa, quando era candidata a deputada distrital.
“Muita gente ficou indignada com a absolvição”, disse Zeballos, analista de sistema.
Na página do protesto na rede social, os organizadores afirmam que a manifestação não tem apoio de partidos, sindicatos ou empresas. E surgiu da mobilização de cidadãos comuns diante das denúncias de corrupção, como as recentes ocorridas nos ministérios dos Transportes, do Turismo e da Agricultura. “A corrupção virou uma doença no Brasil. Sentimos que temos que fazer alguma coisa”, disse Zeballos.
Segundo ele, os próprios organizadores estão arrecadando com amigos e parentes recursos para a compra de material para a manifestação, como faixas e tintas.
O grupo pede que os participantes levem spray, apitos, balões e tinta para pintar o rosto durante a marcha. “Não carregue bandeira de nenhum partido, a bandeira que devemos carregar é apenas a do Brasil, que é o nosso interesse comum”, diz texto na página do evento.
O protesto está previsto para começar às 10h do dia 7 de setembro. O local escolhido é o Museu Nacional, próximo à Esplanada dos Ministérios, onde é realizado o tradicional desfile militar.

Fonte: Agência Brasil

Balança comercial fecha agosto com superávit de US$ 3,873 bilhões


Brasília - O superávit comercial de agosto chegou a US$ 3,873 bilhões, maior do que o resultado registrado em igual período de 2010 (US$ 2,392 bilhões), informou hoje (1º) o Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (MDIC).
No mês passado, as exportações chegaram a US$ 26,158 bilhões, com média por dia útil de US$ 1,137 bilhão. As importações somaram US$ 22,285 bilhões, com média por dia útil de US$ 968,9 milhões.
De janeiro a agosto, o superávit comercial ficou em US$ 19,959 bilhões, resultado maior do que o registrado em igual período de 2010 (US$ 11,618 bilhões). Nesse período, as exportações chegaram a US$ 166,713 bilhões, com média de US$ 992,3 milhões por dia útil. As importações ficaram em US$ 146,754 bilhões, com média por dia útil de US$ 873,5 milhões.
Hoje, às 15h30, haverá entrevista coletiva no MDIC para comentar sobre os resultados da balança comercial de agosto. Na ocasião, também será anunciada a nova meta de exportações para o ano.

Fonte: Agência Brasil